Bom dia!
Guajará Mirim, RO
quarta-feira, 20 de junho de 2018 09:36:24
Notícias

EXTRATIVISTAS REALIZAM MAIS UM CAFÉ COM SUCESSO. DONA TOTA É HOMENAGEADA


Domingo, 27 de maio de 2018 16:54:41


Prosseguindo com a programação de realizar um café da manhã por mês, os extrativistas de Guajará-Mirim levaram a efeito neste domingo, 27, mas uma edição do já tradicional Café da Manhã dos Extrativistas.  Mais uma vez o local foi o Clube dos Inativos, localizado na Av. 8 de Dezembro, no bairro Liberdade.

A exemplo do que comumente ocorre em cada edição do evento, a figura em vida homenageada neste domingo foi a senhora Francisca Augusto Rodrigues, popularmente conhecida como Dona Tota.

Ela tem 66 anos de idade, nasceu no Seringal Paraty e viveu toda a sua vida na floresta. Perdeu a mãe com apenas 9 anos de idade e ainda criança mudou-se para o Rio Ouro Preto, onde vive até hoje. Casada com Napoleão Rodrigues, o Napo, teve 7 filhos e reside na Comunidade Nossa Senhora do Seringueiro, na Reserva Extrativista do Rio Ouro Preto.

Um vídeo foi exibido contando a trajetória de vida de Dona Tota, no qual ela fala das dificuldades da época, de ter mudado um tempo para Guajará-Mirim onde, segunda conta, lavou roupas durante muitos anos para criar os filhos. Hoje, estão formados e empregados e, quando chamam a mãe para viver na cidade, ouvem um “não”, com ela justificando que vive muito bem na reserva e enquanto tiver saúde e vida não abandona o local.

Familiares, amigos e conhecidos, além de pessoas ligadas às famílias de extrativistas, estiveram presentes. O grupo musical “Os Coroas do Baile”, como sempre, animou o evento que, em sua abertura, teve a execução do Hino do Seringueiro. O sanfoneiro residente no Distrito do Iata, de nome “Caxinim” teve uma participação no grupo musical onde foi lembrado que ele já tocou muita sanfona em festas e levava uma vida mundana. Hoje, converteu-se, é evangélico e só canta para louvar a Deus.

Dona Tota foi muito aplaudida pelas pessoas presentes e o evento teve mais uma vez a coordenação de José Maria dos Santos e José Avilheneda Amuntari, e o apoio da senhora Boneca, esposa do tecladista Ademir, da Mercearia Duas Irmãs, localizada  no bairro do Triângulo.

A história de dona Francisca Augusto Rodrigues, dona Tota, mostra que é perfeitamente possível  o homem viver em harmonia com a floresta, para a floresta, com a floresta e para a floresta.

CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA AMPLIAR.

 

Fonte:   Guajará Notícias


Essa Notícia foi Visualizada 84 vezes

Vídeos

Mais Notícias
Terça-feira, 19 de junho de 2018 21:04:02
SAÚDE: Raiva humana já deixou pelo menos 12 mortos no PA
Segunda-feira, 18 de junho de 2018 20:17:05
Em alerta, MS prorroga campanha contra gripe
Domingo, 17 de junho de 2018 21:38:06
Cassol anuncia afastamento do Senado e a posse do pai
Quinta-feira, 14 de junho de 2018 21:29:39
GANHADORES DO RONDO CAP DO SORTEIO Nº 004
Quinta-feira, 14 de junho de 2018 12:30:24
ELEMENTO ENCAPUZADO ROUBA MOTO DE MULHER NO BAIRRO SÃO JOSÉ
Quinta-feira, 14 de junho de 2018 11:56:42
Termina amanhã (15) prazo de inscrição do Sisu
Ver Lista Completa