Bom dia!
Guajará Mirim, RO
sexta-feira, 23 de agosto de 2019 09:11:17
Notícias

Neodi Carlos acusa Confúcio Moura de maquiar dados sobre o Estado


Sexta-feira, 31 de agosto de 2018 08:46:56


PORTO VELHO – O ex-presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE/RO) Neodi Carlos de Oliveira, do PSDC, candidato a vice-governador na chapa de Acir Gurgacz (PDT), acusou o ex-governador Confúcio Mura de promover o que chama de a maior quebradeira da história do Estado de Rondônia e de ter maquiado informações sobre a saúde financeira do estado para poder contrair empréstimos que juntos somam quase R$ 11 bilhões, cujos pagamentos estão suspensos e deverá se revelar como uma bomba quando explodir no colo do próximo governador.

Em entrevistas concedidas à imprensa do Cone Sul do Estado, Neodi chamou o ex-governador de irresponsável, dizendo que Confúcio brincou de governar o estado durante sete anos, sem nenhum compromisso com a ética, com a moral e com a responsabilidade fiscal e que quem vai pagar a conta dessas estripulias do carequinha ariquemense é o povo de Rondônia.

O ex-deputado disse que Confúcio Moura endividou Rondônia em mais de R$ 11 bilhões por conta de financiamentos. “Tem uma coisa grave: o Estado de Rondônia fez dois financiamentos no governo Confúcio Moura, um de R$ 1,3 bilhão e outro de R$ 1 bilhão, que não foram pagos. Está suspenso, mas virá à tona”, asseverou.

 “Hoje a dívida consolidada do Estado é bem mais do que os R$ 11 bilhões. O governador Daniel Pereira (PSB) recebeu esse presente de grego das mãos de Confúcio e está se vendo amarelo para não deixar que exploda tudo de uma vez, pois levaria o estado ao caos, atrasaria salário dos servidores, pagamento de fornecedores e praticamente inviabilizaria o Estado.  Não foi falta de dinheiro, foi falta de gestão, foi malandragem, foi maquiagem dos número para enganar a população”, disse Neodi.
Produtor rural e empresário na região de Machadinho do Oeste, Neodi afirma que Confúcio agiu de má fé ao esconder a dívida do estado até deixar o governo e que só pensou no benefício político próprio e do seu grupo com a situação.

“Nosso Estado está completamente ‘quebrado’. Só de financiamentos nós temos quase R$ 3 bilhões que o Estado ainda nem começou a pagar, isso sem falar na prorrogação da dívida do Beron, que é outra sacanagem política de Confúcio. “Vai dar trabalho colocar as contas em ordem”, concluiu.

O ex-deputado também falou que parte dessa responsabilidade é da Assembleia Legislativa, que aprovou a contratação desses empréstimos sem pelo menos saber da real capacidade de endividamento do estado e que até hoje a população não sabe conde foi investido “se foi”, esses quase R$ 3 bilhões que o governo toou emprestado.

 

Autor: Jocenir Sérgio Santanna

Fonte: Rondonoticias


Essa Notícia foi Visualizada 367 vezes

Vídeos

Mais Notícias
Quinta-feira, 22 de agosto de 2019 12:27:38
FOTOS: HOMEM FOI MORTO AINDA COM BALDE DE LEITE NAS MÃOS.
Terça-feira, 20 de agosto de 2019 21:08:05
Agentes descobrem buracos em celas e evitam fuga em massa
Domingo, 18 de agosto de 2019 19:05:13
MEGA OPERAÇÃO JUSTIÇA RÁPIDA GUAJARÁ MIRIM - 2019
Domingo, 18 de agosto de 2019 17:59:15
Homem é encontrado morto em motel de Guajará-Mirim-RO.
Ver Lista Completa