Boa madrugada!
Guajará Mirim, RO
domingo, 21 de janeiro de 2018 00:45:39
Notícias

Morales suspende estrada que provoca protestos indígenas


Terça-feira, 27 de setembro de 2011 16:35:07


O presidente da Bolívia, Evo Morales, suspendeu o projeto de construção da estrada que cortaria uma reserva ecológica na Amazônia boliviana, até que as partes envolvidas sejam consultadas, informou na noite desta segunda-feira a Casa de Governo.
"Enquanto houver este debate nacional e para que os departamentos decidam, fica suspenso o projeto de estrada sobre o Território Indígena Parque Nacional Isiboro Sécure", destacou o presidente.

A estrada em questão é parte da rodovia que unirá os oceanos Pacífico e Atlântico e promoverá o comércio na América do Sul. O projeto é financiado pelo Brasil, com custo total de 415 milhões de dólares.

Morales não revelou quando e como ocorrerá a consulta, mas funcionários do governo já tinham avaliado que tal processo exigirá de seis meses a um ano.
"Quero salvar um compromisso diante da história e do povo boliviano, especialmente diante dos departamentos (de Beni e Pando), para que haja um debate nacional, um debate do povo boliviano, que decidirá".
"Que seja o povo a decidir, especialmente nos dois departamentos, o que o governo nacional já decidiu apenas cumprindo as leis e atendendo aos pedidos", destacou Morales.

Protestos

Habitantes da localidade de Rurrenabaque, na Amazônia boliviana, libertaram nesta segunda os 300 indígenas que a polícia deteve na véspera durante uma ação repressiva que gerou indignação e provocou a renúncia da ministra da Defesa, Cecilia Chacón.

Em Rurrenabaque, 320 km ao norte de La Paz, a população tomou o aeroporto local e bloqueou a pista de pouso, para evitar que os indígenas detidos fossem levados de volta, contra sua vontade, a suas regiões de origem, informou o prefeito local, Yerko Núñez.

No domingo, a polícia boliviana dispersou com violência o grupo de indígenas que seguia em direção a La Paz para rejeitar a construção da estrada que atravessa o Parque Nacional Isiboro Sécure.

A operação ocorreu em Yucumo, onde os indígenas foram retirados de suas barracas e, colocados à força em ônibus que seguiram para San Borja.

Mas dezenas de indígenas conseguiram escapar dos policiais e nesta segunda-feira voltaram à estrada, com o apoio da população de San Borja, em meio à crescente tensão e ao repúdio à violência policial.
                                   

Habitantes da localidade de Rurrenabaque, na Amazônia boliviana, libertaram nesta segunda os 300 indígenas que a polícia deteve na véspera durante uma ação repressiva que gerou indignação e provocou a renúncia da ministra da Defesa, Cecilia Chacón. Em Rurrenabaque, 320 km ao norte de La Paz, a população tomou o aeroporto local e bloqueou a pista de pouso, para evitar que os indígenas detidos fossem levados de volta, contra sua vontade, a suas regiões de origem, informou o prefeito local, Yerko Núñez. No domingo, a polícia boliviana dispersou com violência o grupo de indígenas que seguia em direção a La Paz para rejeitar a construção da estrada que atravessa o Parque Nacional Isiboro Sécure. A operação ocorreu em Yucumo, onde os indígenas foram retirados de suas barracas e, colocados à força em ônibus que seguiram para San Borja. Mas dezenas de indígenas conseguiram escapar dos policiais e nesta segunda-feira voltaram à estrada, com o apoio da população de San Borja, em meio à crescente tensão e ao repúdio à violência policial.           


 

Fonte: Assessoria




                       


Essa Notícia foi Visualizada 210 vezes

Vídeos

Mais Notícias
Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018 21:18:19
Bombeiros resgatam homem que ameaçava se jogar de torre - VÍDEO
Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018 21:13:29
MULHER É AMARRADA E TEM MOTO ROUBADA EM NOVA MAMORÉ.
Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018 21:04:47
Saiba o que Temer respondeu à PF sobre o Decreto dos Portos
Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018 20:32:51
VÍDEO: Homem é flagrado furtando óculos e escondendo na bunda
Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018 20:28:45
Subtenente da PM é encontrado morto em residência na capital
Quarta-feira, 17 de janeiro de 2018 20:58:31
“2018 será um ano de conquistas”, diz Jaqueline Cassol
Quarta-feira, 17 de janeiro de 2018 18:50:48
SEMED ANUNCIA ANO ESCOLAR DE 2018
Quarta-feira, 17 de janeiro de 2018 18:34:04
PREFEITO CONVERSA COM DEFESA CIVIL SOBRE AUMENTO DAS ÁGUAS
Quarta-feira, 17 de janeiro de 2018 00:11:54
CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE NOTA DE COMUNICAÇÃO
Terça-feira, 16 de janeiro de 2018 21:09:07
NOTA DE ESCLARECIMENTO-DEPUTADO DR. NEIDSON
Ver Lista Completa