Boa tarde!
Guajará Mirim, RO
sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020 13:57:50
Notícias

Em menos de 10 dias boca de fumo é estourada duas vezes pelo Serviço de Investigações Vigilância e Capturas


Quarta-feira, 22 de janeiro de 2020 10:08:13


Por volta de 21h00min de segunda-feira (20), policiais do serviço de investigações vigilância e capturas, fecharam o cerco a uma residência na Avenida Porto Carreiro no bairro São José.

Está é a segunda vez em menos de 10 que a polícia estoura essa boca de fumo, no dia 09 deste mês a polícia civil já havia feito à apreensão de porções de drogas e pertences roubados, na boca que na época era comandado por Adão da Costa que foi preso também em uma operação.

Na noite de segunda-feira, o SEVIC voltou ao local, e mais uma vez passou a observar a entrada e saída de usuários de substancias entorpecentes.

Absolutamente todos que entravam e saiam da residência eram abordados, por policiais civis, e os abordados eram unanimes em dizer que o dono da boca de fumo era um rapaz de aproximadamente 1,72, voz rouca e bochechas recuadas, conhecido por Alessandro.

De acordo com a polícia, Alessandro teria assumido a boca após a prisão de Adão, e de longe os policiais observavam movimentação.

Próximo ao ponto de venda de substâncias entorpecentes foi abordado um rapaz de 23 anos, que estava em um veículo Prisma, e não obedeceu a ordem de parada dos policiais, mas foi perseguido e alcançado e ainda resistiu à prisão.

O boletim relata que esse rapaz reclamou, dizendo que o tio dele era diretor de um presídio, ainda disse que outro tio é sargento do Exército, que a mãe é professora federal, e que ele ia recorrer, e ainda disse que a detenção dele era uma atitude arbitrária.

Mesmo assim admitiu ter pago o valor de R$ 5,00 em cada uma das duas porções de maconha que portava.

Minutos depois foi detido um rapaz de 22 anos, que quando viu a polícia jogou uma porção de maconha no mato, mais também foi conduzido e apresentado ao comissário de plantão. 

A equipe também abordou um rapaz que comemorava a maioridade, ele estava em moto na companhia da irmã, os dois portavam porções de maconha comprada por R$ 5,00.

Todos que eram abordados afirmavam que o vendedor era o moreno, rouco e possui uma tatuagem na costela, lado direito, representado por uma figura de palhaço.

Com essas informações a polícia fechou o cerca, mas o Alessandro conseguiu fugir pelos fundos da residência com a ajuda de um olheiro, que é o cara que cuida da boca, mas ele só conseguiu escapar mesmo por que estava muito escuro, e atrás da casa dele é uma zona de mata fechada.

O olheiro foi detido dentro do recinto, ele tem 19 anos e mantinha a vigilância constante do local.

Durante as investigações o olheiro disse que observa toda a transação ilícita, inclusive informou que Alessandro enterra a droga no fundo do quintal, e por fim alegou que era pago em porções de droga.

Durante as buscas apareceu um rapaz de 21 anos, para comprar droga sem saber que a polícia estava na casa.

Quando foi questionado por policiais, ele disse que já tinha ido a casa mais cedo comprar, e estava voltado para pegar mais porções.

Apesar da fuga de Alessandro, os demais foram conduzidos para delegacia de Polícia Civil, ninguém foi preso todos foram ouvidos e posteriormente liberados.

 

Fonte: Agora Guajará


Essa Notícia foi Visualizada 130 vezes

Vídeos

Mais Notícias
Sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020 09:15:48
Trio é preso com drogas na Capital
Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020 16:55:08
Deputado Dr. Neidson explica atuação durante o recesso
Quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020 14:26:25
Agências bancárias fecham durante o Carnaval na próxima semana
Quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020 07:31:09
Lava Jato denuncia Raupp por corrupção e lavagem de dinheiro
Sábado, 15 de fevereiro de 2020 22:48:55
Brasil estuda construir usina binacional com a Bolívia
Sábado, 15 de fevereiro de 2020 21:37:20
Duas crianças morrem em acidente na BR-364; motorista fugiu
Ver Lista Completa