Bom dia!
Guajará Mirim, RO
quinta-feira, 24 de setembro de 2020 08:15:42
Notícias

ACUSADO DE MATAR ANIVERSARIANTE COM 17 FACADAS EM GUAJARÁ-MIRIM, É ENCONTRADO MORTO EM PORTO VELHO


Sexta-feira, 5 de junho de 2020 18:57:43


Após ser torturado, Alex de Lima Batista, de 27 anos, autor de 17 facadas desferidas no corpo de Jeferson Anderson Canoé dos Santos, de 33 anos, foi encontrado com os pés e mãos amarradas no meio da rua, sem vida, em Porto Velho/RO, durante a madrugada desta quinta-feira, 05.

Em uma propriedade localizada na estrada Linha Ramal Azeitona, Comara, zona rural do município de Guajará-Mirim/RO, durante o último dia 1º de maio, em plena pandemia, acontecia a comemoração dos 33 anos de Jeferson, no período da noite houve uma briga de um casal, o aniversariante apartou a briga do casal, que segundo informações o motivo da briga seria o auxílio emergencial. Após acalmar os ânimos do casal, Jeferson foi sentar e ali ficou, quando foi surpreendido por Alex que desferiu 17 facadas. A vítima bastante ensanguentada, foi socorrida por Bombeiros até o Pronto Atendimento do Hospital Regional Perpétuo Socorro, mas não resistiu e veio a óbito.

O autor das facadas fugiu, policiais militares realizaram o registro do Boletim de Ocorrências, no dia seguinte, sábado, 02, policiais civis do Serviço de Investigação, Vigilância e Captura (Sevic) passaram a investigar o fato, tiveram inclusive informações que o acusado Alex estaria escondido em Guajará-Mirim, já outra denúncia de que o mesmo teria fugido para Porto Velho. Amigos, familiares e policiais estavam na busca do acusado, Alex, pelo bárbaro crime, onde Jeferson não conseguiu se defender.

                                                                 

Após 34 dias do homicídio, na madrugada desta quinta-feira, 04, o cadáver de um homem até então não identificado foi encontrado jogado com mãos e pés amarrados na Rua Santa Catarina com Benedito Inocêncio, bairro Socialista, zona Leste de Porto Velho. A Polícia Militar foi ao local após receber denúncia de populares sobre o corpo jogado na beira da rua e havia indícios de que o homem foi espancado até a morte em outro ponto e depois teve o corpo jogado no endereço. A vítima trajava camisa de cor preta e bermuda jeans, durante a Perícia Criminal foi encontrada uma porção de maconha no bolso da bermuda.

Por meio de agentes da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) identificaram o homem como sendo Alex de Lima Batista, o mesmo acusado de desferir 17 facadas contra Jeferson. Ainda de acordo com a Polícia, Alex era ex-presidiário e não foi possível constatar se ele foi morto a pancadas ou por asfixia mecânica (estrangulamento). Por meio de relatório após, exames realizados no Instituto Médico Legal (IML), irão apontar as reais causas da morte.

 

 Fonte: O Mamoré


Essa Notícia foi Visualizada 918 vezes

Vídeos

Mais Notícias
Domingo, 20 de setembro de 2020 14:46:58
Mega-Sena acumula e pagará R$ 43 milhões na quarta-feira
Domingo, 20 de setembro de 2020 14:23:09
Motocicleta é furtada de bar em Nova Mamoré
Sexta-feira, 18 de setembro de 2020 19:19:03
PF intima Bolsonaro a depor pessoalmente sobre acusações de Moro
Sexta-feira, 18 de setembro de 2020 19:10:21
RONDÔNIA: O IDEB, AS LIVES E AS PONTES...
Ver Lista Completa