Bom dia!
Guajará Mirim, RO
sexta-feira, 29 de maio de 2020 09:49:35
Notícias

EM GUAJARÁ – MIRIM, A FISCALIZAÇÃO CONTINUA POR CONTA DA PESTE CORONAVIRUS


Segunda-feira, 23 de março de 2020 15:37:43


Nessa segunda-feira, 23, no município de Guajará-Mirim, as autoridades de diversas esferas governamentais se uniram na missão de combater a chegada do coronavírus ao município. A pandemia fez milhares de vítimas em cerca de 170 países, em todos os continentes e a previsão é que a situação possa ficar mais grave no Brasil. Em Rondônia, diversas medidas foram adotadas pelo governo estadual, pelos prefeitos e diversas outras autoridades, como é o caso do Judiciário, Assembleia Legislativa e Ministério Público. O Governo de Rondônia decretou estado de calamidade pública devido a pandemia do coronavírus. A Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO) aprovou a medida na noite da última sexta-feira (20), em sessão extraordinária. O decreto já está em vigor.

Todos os segmentos governamentais estão trabalhando, para conscientizar os empresários, autônomos e a população de que, nesse momento, todos temos que adotar as medidas de prevenção e as orientações dos profissionais da Medicina e as autoridades. Não podemos contribuir para facilitar a contaminação de pessoas, principalmente porque Guajará-Mirim tem muita deficiência no sistema de saúde pública. Na realidade, o estado inteiro não tem como atender um número grande de pessoas. A prevenção é o melhor caminho. A orientação é que todos fiquem em casa e evitem contato com outras pessoas, seja no trabalho ou mesmo nas ruas.

O governo está preocupado com a população, para que não venham adoecer, porque, em muitos casos, os infectados com o vírus são pacientes de UTI. O estado de Rondônia não possui estrutura de unidades de tratamento intensivo suficiente e poderemos viver uma tragédia, caso as normas de prevenção não sejam cumpridas.  Com a possibilidade de contaminação de pessoas em nosso estado, todos os outros procedimentos hospitalares serão afetados, porque as UTI’s servem para atender todos os doentes.  As pessoas não podem circular pelas ruas, porque isso pode comprometer a segurança de todas as demais pessoas que ficam em casa. Além disso, no caso de Guajará-Mirim, os cuidados precisam ser redobrados, por causa da condição geográfica da cidade. Inúmeras pessoas entram em saem da cidade pelo município boliviano que faz fronteira. Essa particularidade aumenta os riscos. Não podemos brincar com a situação.  Vamos deixar que  profissionais da saúde tomem as medidas necessárias e vamos atender ao chamado das autoridades. A situação inspira muito cuidado, muita cautela, muita consciência de cada pessoa

O site Guajará Noticias tem acompanhado de perto a ação das instituições municipais, estaduais ou federais, unidas no combate ao coronavírus. Entretanto, o sucesso dessas ações somente será atingido, caso a população colabore e cumpra as orientações. As instituições que fazem parte do grupo de autoridades e instituições são:  a Prefeitura de Guajará-Mirim, sob o comando do prefeito Cicero Alves Noronha Filho, com a participação do Serviço de Epidemiologia, Semfaz, Serviço de Fiscalização Municipal, Secretária de Saúde, Ciretran, sob a coordenação de Marcelo Bentes, Corpo de Bombeiros, sob o comando do Ten Bragado, Policia Civil, Polícia Militar e outros.

Apesar de todo o esforço feito pelas autoridades, é possível observar que diversas empresas ignoram as orientações de prevenção passadas pelas autoridades e continuam com as atividades a todo vapor. Essa conduta pode ser extremamente prejudicial à população e prejudicar milhares de pessoas inocentes. Existe um decreto do governo de Rondônia, estabelecendo as normas a serem adotadas neste momento, objetivando que o estado não sofra tanto com a pandemia. É lamentável que as pessoas ignorem desta maneira. Talvez tenha chegado o momento de aplicar algumas penalidades contras as pessoas e empresas que deixam de cumprir as normas de segurança. Não é justo que estas empresas e pessoas coloquem a vida de toda a população em risco. Por esta razão, pedimos aos empresários e à população em geral que colaborem, que cumpram as normas e que ajudem a proteger nossa cidade desta violenta pandemia. Se fizermos nossa parte, Guajará-Mirim pode evitar muitos problemas que temos visto em outras cidades e outros países.

          

          

          

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

         

 

 

Fonte: Guajará Noticias - João Teixeira DRT/RO - 1052

 


Essa Notícia foi Visualizada 391 vezes

Vídeos

Mais Notícias
Segunda-feira, 25 de maio de 2020 17:06:40
Homem arranca pedaço do nariz e orelha do namorado de sua ex
Segunda-feira, 25 de maio de 2020 07:54:16
Toffoli é afastado após internação com suspeita de covid-19
Ver Lista Completa