Sexta, 19 de Julho de 2024
16°C 35°C
Guajará-Mirim, RO
Publicidade

CORRUPÇÃO – Ex-prefeita de Cacoal é condenada por receber propina em meio à pandemia

A decisão destaca a participação de outros políticos rondonienses

21/11/2023 às 20h40
Por: João Teixeira Fonte: Fonte: JH Noticias
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

A sentença que condenou a ex-prefeita de Cacoal, Glaucione Maria Rodrigues Neri, e seu marido, Daniel Neri, por corrupção ativa e passiva, está repercutindo em todo o estado de Rondônia. A decisão, divulgada nesta segunda-feira, 20 de novembro, destaca a participação de outros políticos, como Lebrinha e Lebrão de São Francisco do Guaporé, Luiz Ademir Schock de Rolim de Moura, Carlos Magno Ramos de Ji-Paraná, e o já falecido ex-prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto.

Glaucione Rodrigues recebeu uma condenação de quatro anos e seis meses de reclusão, além de multa de R$ 48 mil. Seu esposo, Daniel Neri, foi sentenciado a dois anos de reclusão e multa de R$ 11 mil. O casal é acusado de receber R$ 120 mil em propina da empresa MFM Soluções Ambientais LTDA – ME, em 2020.

A sentença também destaca que Glaucione Rodrigues foi filmada em setembro de 2020, colocando dinheiro em uma bolsa, proveniente de propina. A prisão da ex-prefeita ocorreu na Operação Reciclagem.

                                            

                                Esposo Daniel Neri está com as mãos na cabeça e Glaucione coloca dinheiro dentro de uma bolsa

Além disso, a decisão ressalta que a prefeita exigiu pagamentos indevidos do empresário Fausto de Oliveira Moura, representante das empresas envolvidas, em abril, maio, junho e agosto de 2020, durante a pandemia de Coronavírus.

A defesa de Glaucione Rodrigues afirmou que o processo apresenta erros procedimentais, como vício de iniciativa na representação, ausência de justa causa, violação da imunidade parlamentar e parcialidade dos vereadores envolvidos.

O advogado da ex-prefeita, Dr. André Fonseca, destacou que a defesa está confiante na ação proposta e acredita que a justiça reconhecerá a inconsistência no processo administrativo, levando à anulação dos atos praticados.

A Câmara Municipal de Cacoal tem até 11 de dezembro para apresentar sua defesa, e a defesa de Glaucione Rodrigues se manifestará após esse prazo. O processo será então julgado em primeira instância.

A condenação de Glaucione Rodrigues e seu marido repercute em todo o estado, evidenciando desdobramentos significativos no cenário político de Rondônia.

Mais informações serão divulgadas conforme o andamento do processo.

Decisão TJ-RO Prisão e outras cautelares criminais Glaucione Neri e outros

Alegações Finais MPRO Autos 70117685620218220007

SENTENÇA Condenatória Glaucione e Daniel Neri Autos 7011768-56.2021.8.22.0007

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Guajará-Mirim, RO
20°
Tempo limpo

Mín. 16° Máx. 35°

20° Sensação
0.44km/h Vento
56% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h40 Nascer do sol
07h14 Pôr do sol
Sáb 36° 18°
Dom 37° 19°
Seg 39° 19°
Ter 39° 20°
Qua 40° 22°
Atualizado às 01h02
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,54 -0,08%
Euro
R$ 6,04 -0,08%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,71%
Bitcoin
R$ 377,108,76 +0,53%
Ibovespa
127,652,06 pts -1.39%
Publicidade
Publicidade